Início Sudeste Greves marcam história da Pastoral Operária na região do ABC – São...

Greves marcam história da Pastoral Operária na região do ABC – São Paulo

129
0

Nos 50 anos da Pastoral Operária no Brasil lembramos muitos fatos marcantes. Na região do ABC em São Paulo, onde se localiza a diocese de Santo André, a história ficou marcada pelas grandes greves de operários metalúrgicos ocorrida no início dos anos 1980, que tiveram repercussão nacional e internacional. Foi momento em que várias direções de sindicatos foram assumidas por oposições sindicais que traziam uma linha combativa de lutas, com enfrentamento dos grandes patrões das multinacionais como Volkswagen, Ford, General Motors e outras..

Foram fatos de destaque da classe trabalhadora da região: greve geral dos metalúrgicos do ABC em abril de 1979; assembleias com milhares de trabalhadoras/es, em São Bernardo do Campo;  criação do fundo de greve, iniciado nos porões do prédio do Sindicato dos Metalúrgicos e, com a intervenção policial, transferido para a  Igreja Matriz de São Bernardo do Campo. A mesma igreja que foi sede das Semanas do Trabalhador, momentos de palestras e debates com estudiosos e lideranças populares, sindicais e políticas. Reuniam cerca de mil pessoas e foram realizadas de 1981 até 1992.

Orgulho de ser trabalhador/a

Por meio das várias manifestações e principalmente as greves, que chegaram a durar 41 dias, as/os trabalhadoras/es obtiveram conquistas trabalhistas históricas, mas o destaque foi a organização e a consciência obtida na época. A poesia identifica isto:

E por conta daquelas lutas, teve muita conquista

Seria longa a lista

Mas uma delas devemos destacar:

é a conquista de ter orgulho de trabalhar

No prazer de segurar o martelo, a fita métrica, o giz, a panela,

A seringa de injeção

Na importância de operar um torno, uma máquina de costura,

uma escavadeira, um teclado

Ou mesmo, só apertar um botão

Na competência de Dirigir um veículo, coordenar um evento ou presidir uma celebração

Na habilidade de segurar um bisturi, uma vassoura, uma colher ou um head fone

Na certeza de ser uma só classe, na garantia e na força da união

Na valorosa classe trabalhadora, feliz daquele que tem orgulho de sua função

Orgulho do sapato de segurança, do crachá, do jaleco, orgulho do macacão

Antonia Carrara

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui