Início Norte PO Manaus: luta e resistência!

PO Manaus: luta e resistência!

69
0

Um fato que marcou nossa trajetória na P.O Manaus diz respeito ao momento em que a Pastoral foi desalojada da estrutura física da Arquidiocese de Manaus.  Foi um período – final da década de 90 – em que a conjuntura nacional mostrava um quadro de crise para a classe trabalhadora. Desemprego crescente, desarticulação dos sindicatos, e a P.O com pouca articulação e um número irrisório de militantes. Foi aí que nossa sala foi ocupada por outro movimento/pastoral da Arquidiocese. Nossos documentos, livros, nossos pertences foram colocados em um canto debaixo de uma escada, ficando exposta a chuva. Perdemos alguns materiais. Quando soubemos da situação, já havia passado alguns dias…

Fomos acolhidas na paróquia Mãe da Misericórdia na compensa e na comunidade Nossa Senhora de Nazaré, onde ficamos até 2005 quando adquirimos nossa atual sede.

A aquisição da casa de deu através de doações, principalmente do Padre Giuliani, este conheceu pessoalmente Santo Dias. Talvez tenha sido essa a motivação da ajuda. Recebemos também apoio da AIFO, instituição que apoiava o trabalho de Geração de Renda que desenvolvíamos com mulheres. Também contamos com o apoio das comunidades da Paróquia Mãe da Misericórdia – compensa na pessoa do Padre Paulo Sergio, que nos abraçou naquele momento.

Com nossa saída daquele espaço, “agora sem tento”, tínhamos duas saídas: entregar a Pastoral ao Bispo/Arquidiocese, ou buscar forças para continuar assumindo o trabalho que era das/os trabalhadoras/es…

Li em algum lugar: – “Mãe, o que é desistir? – Não sei filha, somos mulheres”!

Manaus, 28 de outubro de 2020.

Edsa Nássara dos Santos Silva

Pastoral Operária da Arquidiocese de Manaus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui