Início Centro-Oeste PO no Centro Oeste

PO no Centro Oeste

568
0

A PO no Centro Oeste do Brasil está desorganizada. Existiu durante alguns anos na Arquidiocese de Goiânia fazendo encontros, participando de mobilizações como as Campanhas da Fraternidade que foram e são fundamentais para o conhecimento de nossa realidade como os temas do desemprego, a água, saúde para todos e muitos outros. Outro ponto foram os Gritos de Excluídos e os plebiscitos sobre a Alca e a dívida externa.

Hoje há vários participantes isolados nos sindicatos e bairros pregando um cartaz, mantendo acesa as ideias e ideais.  Temos Brasília e o DF com a aristocracia burocrática brasileira e a renda per capita mais elevada ao lado de cidades goianas trabalhadoras muito precárias.  Em Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul o uso do solo, da água, da tecnologia e o trabalho fazendo a agricultura e pecuária de exportação criam uma miragem de desenvolvimento imediato e consumista que turva momentaneamente nossos sentidos.

Obrigado D. Tomás Balduíno (in memorian) muitos padres e freiras e gente do povo comprometidos com nenhum desempregado (a), nenhuma família sem casa, ninguém sem esperanças.

Temos grandes cidades fora as capitais e regiões metropolitanas   dos estados além de Goiânia, Campo Grande e Cuiabá com sérias questões como a precariedade do trabalho, alimentação contaminada, moradias inadequadas, saúde curativas e abandonos de muitas formas. Temos cidades médias em toda nossa geografia com diferentes atividades básicas: mineração, turismo. uma agro indústria com baixos salários, péssimas condições de vida, desemprego, saúde um caos.

Vamos pôr em pé a Pastoral Operária aqui é fundamental.

Goiás, dezembro de 2020

Por.: José Antônio – representante da PO em Goiás.

Nota da Coordenação: A 8ª assembleia nacional da PO, de 23 a 25 de março de 1990, aconteceu em Goiânia-GO, com a presença de mais de 100 participantes. Na época, Dom Antonio Ribeiro, bispo de Goiânia, fez saudação de acolhida e destacou “o Cristo que se fez trabalhador”, o Filho do carpinteiro. Disse ainda que a “riqueza que deveria ser distribuída é confiscada”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui