Início Artigos Pacto Educativo Global no Brasil

Pacto Educativo Global no Brasil

606
0

Em setembro de 2019 motivado por lideranças judias e muçulmanas, o Papa Francisco lança a proposta para o Pacto Educativo Global:“Encontro para reavivar o compromisso em prol e com as gerações jovens, renovando a paixão por uma educação mais aberta e inclusiva, capaz de escuta paciente, diálogo construtivo e mútua compreensão. Nunca como agora, houve necessidade de unir esforços numa ampla aliança educativa para formar pessoas maduras, capazes de superar fragmentacoes e contrastes, reconstruir o tecido das relações,em ordem a uma humanidade mais fraterna”.

Francisco nos alerta para a necessidade de enfrentarmos corajosamente três grandes desafios :
1) Ter a coragem de colocar no centro a pessoa;
2) Ter a coragem de investir as melhores energias com criatividade e responsabilidade;
3) Ter a coragem de formar pessoas disponíveis para se colocarem a serviço da comunidade;
Também temos a tarefa imprescindível de sermos capazes de fazer chegar essa mensagem pelas três formas de linguagem essenciais : mentes, corações e mãos.

A Articulação Brasileira pelo Pacto Educativo Global no Brasil que reúne além da Igreja Católica (CNBB, ANEC) tem também a intensa participação de dezenas de entidades da sociedade civil , tais como : APEOESP, Instituto Cultiva , Instituto Paulo Freire, entre outros , num universo extremamente plural e diverso reúne movimento sindical, social, cultural, inter – religioso, e também em comunhão com a Schola Occurrentes criada em Buenos Aires pelo então cardeal Jorge Bergoglio, hoje o querido papa Francisco.

A Articulação Brasileira definiu os seguintes eixos para o Pacto Educativo Global no Brasil:
– Paz e Cidadania ;
– Ecologia Integral ;
– Solidariedade e Desenvolvimento ;
– Dignidade e Direitos Humanos ;
– Defesa da Escola Pública com Qualidade Social ;
– Cultura e Transformação Social;

Oxalá possamos fazer com que o Pacto Educativo contribua significativamente para rompermos essa lógica da competição e egoísmo para a colaboração e a generosidade.

Me vêm à mente uma canção :
“Põe a semente na terra não será em vão, não te preocupa a colheita planta para o irmão …. “

Paulo Cesar Pedrini | Pastoral Operária Arquidiocese de São Paulo. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui