Início Destaques Pastoral Operária participa no desenvolvimento da Economia popular solidária na região do...

Pastoral Operária participa no desenvolvimento da Economia popular solidária na região do ABC – São Paulo

243
0

Economia – mecanismos de produção, distribuição e consumo na sociedade.

Popular – porque nasce do povo e não da classe dominante.

Solidária – porque baseia-se no princípio da solidariedade e cooperação, e não da concorrência.

 

A economia solidária com suas características de auto gestão e democracia, entre outras, apresenta-se como nova alternativa de desenvolvimento ao capitalismo, que é injusto, pernicioso, egoísta e baseado em alta concentração de renda. O Brasil é dos países que mais apresenta concentração de renda (0,9% da população detém 68% da renda).

Segundo o saudoso professor Paul Singer, estudioso e ex-secretário nacional de economia solidária (SENAES), é uma economia sem competição e com democracia, pois se pensamos e lutamos por uma democracia no campo político, também devemos ter em mente e buscar a democracia no campo econômico.

O próprio Karl Marx em sua obra “O Capital” já colocava o movimento cooperativo como uma das forças transformadoras da sociedade.

Princípios

Diferentemente da economia capitalista, a economia solidária se baseia nos seguintes princípios:

-Autogestão: trabalho administrado pe­los/as próprios/as trabalhadores/as, sem chefes ou patrões

-Democracia: todos participam igual­mente das decisões

– Cooperação: todos/as se ajudam entre si

-Centralidade do ser humano: valori­zação da pessoa, acima de tudo

– Valorização da diversidade: respei­to à diferenças de gêneros, raça, religião etc…

-Solidariedade: vivência com harmonia no trabalho

-Valorização do saber local: incen­tivo para produção e consumo na mesma região

-Justiça social na produção: divisão igual de gastos e ganhos

– Cuidado com o meio ambiente: uso de recursos que não agridem o ambiente

– Emancipação: liberdade para produzir e trabalhar conforme as decisões do grupo

Trabalho como elemento de transformação

Na região do ABC, São Paulo, existem 135 a 140 empreendimentos solidários, das mais diversas áreas: Artesanato (com várias matérias primas, inclusive fibra de bananeira); Confecção; Alimentação (incluindo padaria);   Livraria e editora;  Móveis planejados;   Sabão ecológico e produtos de limpeza;  Grupos artísticos;  Empresas Recuperadas; Cooperativas de catadoras/es;  Produção e venda de orgânicos.

São grupos de trabalhadoras/es que produzem e vendem seus produtos e serviços, mas que também se reúnem mensalmente desde o início dos anos 2000, para manter o caráter de movimento. E aí que entra o trabalho da Pastoral Operária, que é manter a articulação e organização das pessoas e grupos, auxiliando também na formação.  Afinal, não se trata apenas de produzir e vender, mas ir formando redes entre os grupos, para constituir uma nova economia, ir forjando um novo modelo econômico.

Os grupos de produtos e serviços exercem seus trabalhos em terrenos próprios  e cedidos, como as hortas orgânicas. Também em lojas e quiosques dentro de shopping centers e estação rodoviária.  Por conta da pandemia de COVID 19, muitos locais foram desativados, como as feiras em praças e públicas e dentro das fábricas.

No entanto, com o apoio de parcerias, foi lançada uma plataforma virtual, ou seja um site, onde se encontra loja virtual em que os grupos apresentam e vendem seus produtos pela Internet. O endereço é: www.economiasolidariadoabc.com.br

Além de atuar na formação e organização dos grupos, membros da Pastoral Operária também acompanham as seguintes ações:

– Contatos com o poder público para conseguir locais de venda e políticas públicas (lei, projetos, estruturas)

– Contatos com as parcerias – Sindicatos, Prefeituras, SESC, Universidades.

– Contatos com candidatos – cartas compromisso com propostas para economia solidária

– Busca de estrutura  financeira e material para os grupos (estar atenta para editais e lançamento de projetos).

Texto: Antônia Carrara – PO Estadual de São Paulo/SP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui