Início Vida PO Pastoral Operária de São Paulo debate conjuntura e planeja 2023.

Pastoral Operária de São Paulo debate conjuntura e planeja 2023.

259
0

         No sábado, 26 de novembro, a PO do estado de São Paulo se reuniu de forma híbrida, com a presença de representantes das seguintes dioceses e regiões episcopais de forma presencial: Belém, Brasilândia, Ipiranga, Campo Limpo, Guarulhos, Limeira, Osasco, Santo Amaro e Santo André. Marina, a coordenadora nacional da PO, participou presencialmente. De forma virtual, participaram representantes de Campinas, São Miguel Paulista e Presidente Prudente. O Bispo referencial para a PO do Brasil, Dom Reginaldo Andrietta, da Diocese de Jales fez uma participação online, enviando suas mensagens às/aos presentes.

          A mística inicial trouxe a reflexão sobre a importância do grupo se encontrar após dois anos sem reflexões e debates presenciais em nível de estado, visto que em todo período de 2020 a 2022, os encontros foram apenas virtuais.

    Para realizar a apresentação sintética sobre a conjuntura socioeconômica e política do momento, esteve presente Thomás Jansen, trabalhador do DIEESE. Sobre sua fala, destacam-se as seguintes colocações:  

“… A gente vive uma conjuntura em que a Pastoral Operária) é uma expressão de resistência”, “O Mundo do Trabalho mudou profundamente, hoje nós temos 39 milhões que estão na informalidade e, isto há quase 10 anos”, “… A Reforma feita no governo Temer é para reforçar isso”, “…. Nós estamos longe de uma vitória política. Estamos diante de um projeto de destruição”, “… temos que ser mais radical do que já fomos”, “… o papel da Pastoral Operária é ser resistência e profecia – estar junto a classe trabalhadora. Transformar o espaço de trabalho em local de celebração”. “A política de valorização do salário mínimo foi um grande acerto: de 2003 a 2015, o salário mínimo teve ganho real de 85% e isto fez acontecer a redução da pobreza.”

            Após os debates sobre a conjuntura, foi apresentada proposta de plano de trabalho e calendário, que as/os presentes analisaram, realizaram acréscimos e definiram como planejamento. As principais atividades são:

  • Encontros Estaduais de formação, um em março de 2023 e o outro em novembro
  • Campanha anual em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho com o tema “Acidente de trabalho não é culpa da Vítima”. A novidade é a proposta de parceria para a realização de Atendimento e Orientação Previdenciária e Trabalhista para o público.
  • Visitas às dioceses de Limeira Aparecida – Campinas e Piracicaba.
  • Encontro das Categorias de Trabalhadoras e Trabalhadores.
  • Reuniões Virtuais e Presenciais da Coordenação Estadual, incluindo formação de formadores bimestrais.
  • Celebrações e reflexões de Santo Dias da Silva.
  • Encontro Virtual das Assessoras Eclesiásticas e Assessores Eclesiásticos da Pastoral.

      O encontro foi encerrado com Missa presidida pelo Padre Bragheto, que é assessor eclesiástico da Pastoral Operária do estado de São Paulo, juntamente com o Padre Osmar, assessor da PO da Diocese de Limeira, o mais novo grupo, nascido.

Por: Toninha Carrara

AnteriorPastoral Operária Nacional participa do 18º Congresso Eucarístico Nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui